A professora Márcia Couto do Departamento de Medicina Preventiva e membro da Comissão de Ciências Sociais e Humanas em Saúde da Abrasco enviou Nota ao GESC relatando a indignação com os atos machistas, racistas e discriminatórios, trotes violentos, humilhações, violências sexuais e castigos físicos ocorridos na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, demonstrando apoio às vítimas e reforçando o seu comprometimento no que diz respeito às investigações, punição exemplar dos alunos envolvidos e à mobilização pela valorização de uma cultura dos direitos dentro da Faculdade.

Fonte: https://antimanicomialsp.wordpress.com/2014/05/10/ato-de-repudio-ao-racismo-na-fmusp-2/

Abaixo, segue a fonte para acessar a Nota de Repúdio dos professores do Departamento de Medicina Preventiva da FMUSP:

http://www.abrasco.org.br/site/2014/11/carta-de-repudio-ao-machismo-homofobia-e-violencia-na-fmus/

Mais informações:

http://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Direitos-Humanos/Racismo-na-USP-A-Universidade-e-seu-racismo-institucional/5/30925

https://antimanicomialsp.wordpress.com/2014/05/10/ato-de-repudio-ao-racismo-na-fmusp-2/

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2014/11/1548568-professores-e-pesquisadores-divulgam-nota-contra-relatos-de-abusos-na-usp.shtml

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s